Notícias
10/07/2019

Nota de repúdio às ações truculentas da polícia no #14J



O Sinasefe Sergipe repudia veementemente a prática truculenta da Polícia Militar de Sergipe, comandada pelo Governo Belivaldo Chagas, pelo desrespeito às/aos trabalhadoras/es e estudantes mobilizadas/os no dia 14/06/2019, no turno matutino, na Rodovia Marechal Rondon nas proximidades da Empresa Progresso contra a Reforma da Previdência, que se constitui como ataque brutal aos direitos das/os trabalhadoras/es.

A polícia chegou atirando de modo a colocar a vida das pessoas em risco. Foi uma manifestação pacífica com faixas, bandeiras, falas com análises sobre o cenário econômico e político do país, além de palavras de ordem manifestando nosso repúdio à avalanche de retirada de direitos.

O operativo policial estava em grande quantidade nos arredores da Universidade Federal de Sergipe e da Empresa Progresso, fechando o cerco para intimidar, sobretudo, criminalizar o direito de expressão e de manifestação.

A postura intimidatória e de criminalização se intensifica na manifestação ocorrida no trajeto saindo da Praça General Valadão até o Calçadão da 13 de Julho, também no dia 14/06/2019 nos turnos vespertino e noturno.

Em todo o percurso a polícia militar esteve escoltando o conjunto de trabalhadoras/es e estudantes reunidas/os em defesa da educação pública, contra o desmonte das políticas públicas e reforma da previdência que expressa o retrocesso de direitos historicamente conquistados.

Fotos: Sintufs e Sinasefe Sergipe

GALERIA

Gostou? Compartilhe a nossa luta!